Município de Serpa

• Distrito de Aveiro • Distrito de Beja • Distrito de Braga • Distrito de Bragança • Distrito de Castelo Branco •
Distrito de Coimbra • Distrito de Évora • Distrito de Faro • Distrito da Guarda • Distrito de Leiria • Distrito de Lisboa •
• Distrito de Portalegre • Distrito do Porto • Distrito de Santarém • Distrito de Setúbal • Distrito de Viana do Castelo •
• Distrito de Vila Real • Distrito de Viseu • Região Autónoma dos Açores • Região Autónoma da Madeira •



Área - 1103,74 Km2  Feriado Municipal - Terça-feira após o Domingo de Páscoa

Freguesias

• Brinches • Pias • Serpa (Salvador e Santa Maria) • Vila Nova de São Bento e Vale de Vargo • Vila Verde de Ficalho •



Elevação da sede do município à categoria de cidade pela Lei nº 71/2003 de 26/08/2003

Ordenação heráldica do brasão e bandeira
Segundo o parecer da Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses de 23/10/2007
Estabelecida em reunião da Assembleia Municipal, em 29/04/2008

Publicada no Diário da República, nº 131, II Série, Parte H de 08/07/2020
Registado na Direcção Geral de Autarquias Locais, com o Nº 015/2020

Armas - Escudo de azul, castelo de prata aberto e iluminado de negro, sobre uma serpe alada de prata, realçada de negro. Coroa mural de prata de cinco torres. Listel branco, com legenda a negro: “ MUNICÍPIO DE SERPA “.

Brasão do município de Serpa

Baseado no desenho original de João Ricardo Silva



Bandeira - Gironada de oito peças de branco e negro. Cordão e borlas de prata e negro. Haste e lança de ouro.

Bandeira e estandarte do município de Serpa

Bandeira para hastear (2x3)                                                                       Estandarte (1m x 1m)



Anterior ordenação heráldica do brasão e bandeira
Segundo o parecer da Comissão de Heráldica e Genealogia da Associação dos Arqueólogos Portugueses de 03/12/1947
Estabelecida pela Comissão Administrativa Municipal em 23/04/1947
Aprovado pelo Ministro do Interior em 27/01/1948
Publicada no Diário do Governo nº 27, II Série de 03/02/1948

Armas - De azul, com um castelo de prata aberto e iluminado de negro sobre uma serpe alada de prata, realçada de negro. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com os dizeres " NOTÁVEL VILA DE SERPA ", de negro.

Brasão do município de Serpa

Baseado no desenho original de João Ricardo Silva



Bandeira - Esquartelada de branco e preto, cordões e borlas de prata e negro. Haste e lança douradas.

Bandeira e estandarte do município de Serpa

Bandeira para hastear (2x3)                                                                       Estandarte (1m x 1m)

Informação gentilmente cedida pela Câmara Municipal de Serpa



Transcrição do parecer

Parecer apresentado por Affonso de Dornellas à Comissão de Heráldica e Genealogia dos Arqueólogos Portugueses em 1940 e aprovado definitivamente pela mesma em sessão de 3 de Dezembro de 1947.

Desejando a Câmara Municipal de Serpa regularizar a sua simbologia, assim o solicitou, pelo que se fez a necessária investigação, conforme resumidamente passo a descrever:

No “Tesouro da Nobreza de Portugal” de Francisco Coelho, Rei de Armas da Índia, existente na Torre do Tombo, iluminado no século XVII, as Armas de Serpa têm um castelo.

Na “Arte de Armaria e Brasões de Cidades e Vilas de Portugal”, códice iluminado n.º 498 da Biblioteca Pública Municipal do Porto, as armas de Serpa têm uma serpente alada.

Depois, nos trabalhos de heráldica publicados, e que se referem à simbologia de domínio, no que respeita a Serpa, uns apresentam o castelo, outros a serpe.

Como geralmente sucede em muitas terras portuguesas, também em Serpa existem esculpidas as armas de Portugal e por baixo, sem qualquer indicação de escudo ou bandeira, aparece a peça heráldica que simboliza a Vila ou Cidade. Ali aparece uma serpe.

Isto não quer, porém, dizer que as armas nacionais façam parte das armas do concelho.

Actualmente, a Câmara de Serpa usa as armas reais timbradas por uma serpe alada, como em Portugal se usou durante muitos anos desde D. João I.

Ora, as Câmaras Municipais não podem usar as armas Nacionais, porque estas constituem o selo do Estado.

A heráldica de domínio é para o povo compreender, portanto, deve referir-se à região que caracteriza.

Serpa teve o seu castelo, devendo pois esta peça heráldica figurar nas armas. Neste caso também as armas podem ser falantes, incluindo-se-lhe uma serpe.

Com estes elementos, parece-me que as armas, bandeira e selo da vila de Serpa devem ter a seguinte ordenação:

ARMAS – De azul com um castelo de prata aberto e iluminado de negro sobre uma serpe alada de prata, realçada de negro. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com os dizeres “Notável Vila de Serpa” de negro.

BANDEIRA – Esquartelada de branco e de preto. Cordões e borlas de prata e de negro. Haste e lança douradas.

SELO – Circular, tendo ao centro as peças das armas, sem indicação de esmaltes. Em volta, dentro de círculos concêntricos, os dizeres “Câmara Municipal de Serpa”.

 

(Texto adaptado à grafia actual)

Fonte: antiga página da Câmara Municipal de Serpa; arquivo da Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses.

Ligação para a página oficial do município de Serpa

 

 



• Município de Aljustrel • Município de Almodôvar • Município de Alvito • Município de Barrancos • Município de Beja •
• Município de Castro Verde • Município de Cuba • Município de Ferreira do Alentejo • Município de Mértola •
Município de Moura • Município de Odemira • Município de Ourique • Município de Serpa • Município da Vidigueira •



Heráldica História e Legislação • Index • Heráldica Autárquica • Portugal • A - Z • Novidades • Contacto • Ligações •
• 
Ultramar Português •
Miniaturas (Municípios) Miniaturas (Freguesias) Miniaturas (Ultramar)

Página actualizada em 10-03-2021                                                                                         Page updated on  10-03-2021