Silves

• Distrito de Aveiro • Distrito de Beja • Distrito de Braga • Distrito de Bragança • Distrito de Castelo Branco •
Distrito de Coimbra • Distrito de Évora • Distrito de Faro • Distrito da Guarda • Distrito de Leiria • Distrito de Lisboa •
• Distrito de Portalegre • Distrito do Porto • Distrito de Santarém • Distrito de Setúbal • Distrito de Viana do Castelo •
• Distrito de Vila Real • Distrito de Viseu • Região Autónoma dos Açores • Região Autónoma da Madeira •



Orago - Nossa Senhora da Conceição  Área - 177,45 Km2

Ordenação heráldica do brasão e bandeira
Segundo o parecer da Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses de 08/03/2018
Estabelecida em reunião de Assembleia de Freguesia, em 09/04/2018
Publicada no Diário da República, II Série, Parte H de 19/04/2018
Registado na Direcção Geral de Autarquias Locais, com o Nº 007/2018, em 07/03/2018

Armas - Escudo de ouro, castelo de vermelho lavrado de negro, aberto e iluminado de prata; em chefe, alfange de vermelho e espada de azul, ambos com os punhos de negro, passados em aspa; campanha diminuta ondada de três burelas ondadas de azul e prata. Coroa mural de prata com quatro torres aparentes. Listel de prata com a legenda em letras negras maiúsculas; " FREGUESIA DE SILVES ".

Brasão da freguesia de Silves



Autoria dos símbolos heráldicos

Desenho - Sérgio Horta (o autor deste site)
Projecto e concepção dos símbolos - Sérgio Horta e Eduardo Brito

Simbologia

O escudo de ouro - Representa a nobreza e a sabedoria do povo de Silves, bem como, a sua riqueza cultural, desde o tempo de domínio até aos nossos dias, e agrícola, com a produção de frutos secos, de vinhos e de citrinos, da qual se destacam as laranjas, tendo sido criada para a sua promoção a marca “Silves – Capital da Laranja”.
O castelo -  Representa o Castelo de Silves, uma das mais notáveis obras de arquitectura militar que os árabes edificaram, sendo o maior castelo do Algarve. Situado no ponto mais elevado da colina em que a cidade assenta, o Castelo apresenta uma planta poligonal irregular, rodeado por uma forte muralha em taipa, revestida a arenito vermelho, o chamado grés de Silves.
A espada e o alfange - Como símbolo das várias lutas que aqui se travaram, da presença árabe em Silves, representada pelo alfange, e posteriormente pela sua conquista por D. Sancho I e reconquista por D. Paio Peres Correia, representada pela espada.
A campanha ondada - Representa o rio Arade, que graças à sua navegabilidade contribuiu para que vários povos se fixassem em Silves, tendo a sua proximidade ao mesmo sido também um dos factores que teve forte impacto no desenvolvimento da cidade no período de domínio árabe. O rio, que motivou o desenvolvimento da cidade, veio dar um contributo importante para o seu declínio, agravado pelo assoreamento do mesmo.



Bandeira - Esquartelada de branco e vermelho. Cordões e borlas de vermelho e prata. Haste e lança de ouro.

Bandeira e estandarte da freguesia de Silves

Bandeira para hastear (2x3)                                                                       Estandarte (1m x 1m)

 



• Alcantarilha e Pêra • Algoz e Tunes • Armação de Pêra • São Bartolomeu de Messines • Silves • São Marcos da Serra •



• Município de Albufeira • Município de Alcoutim • Município de Aljezur • Município de Castro Marim •
Município de Faro • Município de Lagoa • Município de Lagos • Município de Loulé • Município de Monchique •
Município de Olhão da Restauração • Município de Portimão • Município de São Brás de Alportel •
• Município de Silves • Município de Tavira • Município de Vila do Bispo • Município de Vila Real de Santo António •



Heráldica História e Legislação • Index • Heráldica Autárquica • Portugal • A - Z • Novidades • Contacto • Ligações •
• 
Ultramar Português •
Miniaturas (Municípios) Miniaturas (Freguesias) Miniaturas (Ultramar)

Página actualizada em 12-03-2021                                                                                         Page updated on  12-03-2021