Freixial e Juncal do Campo

• Distrito de Aveiro • Distrito de Beja • Distrito de Braga • Distrito de Bragança • Distrito de Castelo Branco •
Distrito de Coimbra • Distrito de Évora • Distrito de Faro • Distrito da Guarda • Distrito de Leiria • Distrito de Lisboa •
• Distrito de Portalegre • Distrito do Porto • Distrito de Santarém • Distrito de Setúbal • Distrito de Viana do Castelo •
• Distrito de Vila Real • Distrito de Viseu • Região Autónoma dos Açores • Região Autónoma da Madeira •



Sede em Freixial do Campo  Área - 40,67 Km2

Freguesia criada pela Lei nº 11-A/2013 de 28/01/2013 que agregou as antigas freguesias de

• Freixial do Campo • Juncal do Campo •

Designação Oficial
"União das freguesias de Freixial e Juncal do Campo"

Ordenação heráldica do brasão e bandeira
Ainda não Publicada no Diário da República

Armas - Os símbolos heráldicos desta autarquia são desconhecidos ou ainda não se encontram legalizados. Tal situação poderá dever-se aos seguintes motivos:
 1 – A autarquia ainda não iniciou o processo de criação dos seus símbolos heráldicos;
 
 2 – Os símbolos heráldicos foram aprovados e estão em uso pela autarquia, no entanto, não foram remetidos à Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses (CHAAP) para que esta os aprovasse e emitisse o respectivo Parecer, conforme o Capitulo 1, Artigo 4º, 1- alínea a, da Lei nº 53/91 de 7 de Agosto, encontrando-se deste modo ilegais;
 3 – A autarquia iniciou o processo de criação dos seus símbolos tendo peticionado o respectivo Parecer junto da CHAAP, que esta já emitiu, no entanto, os seus órgãos autárquicos não concordaram com os mesmos, tendo optado por não usufruir de simbologia própria ou por usufruir de simbologia ilegal;
 4 – Os símbolos foram estabelecidos pela assembleia, após ter sido emitido o Parecer pela CHAAP, no entanto, a autarquia não promoveu a publicação do respectivo ordenamento em Diário da República e o posterior registo na Direcção Geral das Autarquias Locais (DGAL), de forma a concluir o processo,
conforme o Capitulo 1, Artigo 4º, 2 e 3 , da Lei nº 53/91 de 7 de Agosto.
 5 – A autarquia não peticionou um novo Parecer junto da CHAAP após a modificação dos seus símbolos, motivada pela elevação a vila ou a cidade da localidade sede de autarquia, pela alteração da sua designação oficial, ou pela alteração do município a que pertence (no caso das freguesias), com o posterior estabelecimento dos símbolos pela respectiva assembleia, publicação do ordenamento em Diário da República e registo na DGAL;

Desconhecido



Bandeira -

Bandeira e estandarte desconhecidos

Bandeira para hastear (2x3)                                                                       Estandarte (1m x 1m)

 



• Alcains • Almaceda • Benquerenças • Castelo Branco • Cebolais de Cima e Retaxo • Escalos de Baixo e Mata •
• Escalos de Cima e Lousa • Freixial e Juncal do Campo • Lardosa • Louriçal do Campo • Malpica do Tejo •
• Monforte da Beira • Ninho do Açor e Sobral do Campo • Póvoa de Rio de Moinhos e Cafede • Salgueiro do Campo •
• Santo André das Tojeiras • Sarzedas • São Vicente da Beira • Tinalhas •



• Município de Belmonte • Município de Castelo Branco • Município da Covilhã • Município do Fundão •
• Município de Idanha-a-Nova • Município de Oleiros • Município de Penamacor •
• Município de Proença-a-Nova • Município da Sertã • Município de Vila de Rei • Município de Vila Velha de Ródão •



Heráldica História e Legislação • Index • Heráldica Autárquica • Portugal • A - Z • Novidades • Contacto • Ligações •
• 
Ultramar Português •
Miniaturas (Municípios) Miniaturas (Freguesias) Miniaturas (Ultramar)

Página actualizada em 12-03-2021                                                                                         Page updated on  12-03-2021